sábado, 30 de novembro de 2013

Chamados Para Iluminar Os Que Estão Em Trevas

Texto Base: Mt.5:14-16. - Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.

Quero introduzir esse assunto te perguntando: Se você fosse uma lâmpada, quantos wats você teria?

Um dia nós estávamos perdidos em trevas e conforme a palavra de Deus mesmo nos revela em (Cl.1:13) que Deus nos transportou do império das trevas para o Reino do Filho do Seu amor. Este é um reino de amor, paz e luz no qual não pode existir variação, ou sombra de mudança, porque toda boa dádiva e todo dom perfeito vem do Pai das luzes (Tg.1:17). E sendo inseridos pela graça nesse reino de luz o Rei Jesus nos comissiona, nos desafia, nos envia a sermos agora luz nesse mundo de trevas. Jesus disse: “Eu sou a Luz do mundo” (Jô.8:12), todavia Ele não parou por aí, além dEle ter nos dado de sua luz para segui-lo Ele também colocou luz em nós para que brilhássemos aos que estão perdidos em trevas desnorteados. Para quê brilhar minha luz? Qual o objetivo de ser luz? Como ser luz nessa comunidade nos dia de hoje?

1 – A influência do Cristão nesse mundo como fonte de luz v.14

Não se pode esconder um pecador transformado em santo, isso incomoda, essa atitude gera comentários, na família, na vizinhança, na empresa em que trabalha, na escola, ou seja, assim que esse indivíduo uma vez iluminado ele passa a ser alvo e atenção, tanto no mundo físico quanto no espiritual. Eis aí a razão de se tornar uma influência na sociedade na qual ele faz parte. A mídia, as novelas e os famosos são agentes extremamente influenciadores no mundo de hoje na vida das pessoas. Exemplo: Quando o jogador Ronaldo conhecido como fenômeno cortou seu cabelo estilo Cascão da turma da Mônica, no mundo inteiro havia crianças, jovens e adultos imitando o seu corte de cabelo. Agora eu te pergunto: O que você tem feito para influenciar o ambiente onde você está inserido? Ou você está escondendo a luz que foi colocada dentro de você?

2 – A responsabilidade do Cristão neste mundo em ser luz v.15

Ninguém foi aceso por Jesus para ficar escondido debaixo da cama, no entanto fomos acesos por Jesus com um objetivo sério. Esse objetivo está revelado de forma clara nesse versículo que lemos: Para alumiar a todos que se encontram na casa. Essa casa pode simbolizar; nosso lar, nossa vizinhança, nossa escola, nosso trabalho enfim o mundo em que vivemos. Esse objetivo deve ser encarado como uma responsabilidade, sim, responsabilidade de alumiar a todos que convivem conosco no nosso dia-a-dia.

3 – As nossas atitudes se transformam em raios de luz v.16

Jesus dilata ainda mais essa responsabilidade quando Ele diz que ao brilharmos nossa luz diante dos homens, a atenção deles serão direcionadas para as nossas boas obras, ou seja, nossas atitudes. Boas obras significam: fé viva, vida cristã produtiva, bons frutos, testemunho de vida, caridade, etc...! Ser um discípulo “Sal” que preserva e dá sabor e um discípulo “Luz” para brilhar em oposição às trevas. Assim sendo, nossos raios de luz alcançarão até os que estão ao nível mais baixo de escuridão e pecado.

Conclusão

Antes de Jesus nos desafiar a ser luz primeiramente no desfiou a sermos sal, entretanto, tanto o sal como a luz são energias que transforma um novo ambiente de modo estável. O sal acrescenta sabor e preserva ou combate a deterioração, porém apenas se estiver puro. A luz simboliza pureza e revelação divina. Se a nossa função for apenas de combater a deterioração, nossa missão será um tanto quanto desanimadora. Porém, devemos ser faróis que iluminem os que responderem afirmativamente ao chamado de Jesus.

Por Lindomar J. S. - Teólogo -

1 comentários:

Postar um comentário